Último dia nos Estados Unidos

Após casar em Las Vegas na noite anterior, este último dia ficou reservado para devolver o carro perto do aeroporto e pegar o voo para Atlanta.

Pedimos alguns salgados e sucos para o café da manhã, no quarto do Trump Hotel mesmo e finalizamos a organização das malas.

FOTOS DO CASAMENTO

Antes de ir embora, ainda tínhamos uma tarefa a fazer na cidade: escolher e retirar as fotos do casamento da noite anterior.

Sendo assim, voltamos à Chapel of the Flowers ainda de manhã.

Chapel of the Flowers

A atendente nos levou a uma cabine com um computador para selecionarmos as fotos e explicou todos os detalhes. Tínhamos que escolher 30 fotos, que estavam incluídas no pacote. Cada foto a mais custaria 10 dólares.

Poderíamos também levar num DVD, com todas as fotos do evento, caso pagássemos cerca de 100 dólares. Oferta que recusei.

Depois das fotos escolhidas, tivemos que esperar a revelação delas. E aí aconteceu algo engraçado. Como estava demorando e tínhamos voo marcado, perguntei se ainda iria demorar muito. A atendente bem atenciosa disse que já estavam terminando e que teriam uma surpresa para nós.

Ficamos pensando e imaginando que surpresa seria essa.

No final era uma foto a mais, impressa mesmo, como brinde. Acho que pela demora na revelação. Eu até fiz uma piadinha sobre isso, mas não sei se entenderam. 🙂

DEVOLVENDO O CARRO ALUGADO

Após essa missão, voltamos ao hotel, pegamos nossas malas, o veículo que nos acompanhou grande parte da viagem e nos dirigimos ao aeroporto de Las Vegas para devolvê-lo.

Mais especificamente ao McCarran Rent-a-Car Center. Uma central de todas as locadoras de veículos da cidade. Essa central é um grande prédio garagem que reúne as maiores empresas de aluguel de carro do país. Fica localizada bem próxima do aeroporto, na rua Gilespie St, 7135.

Não sei porque eu tinha na cabeça que o carro deveria ser devolvido ali. Só que essa informação estava errada. E quase paguei caro por isso.

Hora de devolver o carro

Acontece que no contrato que assinei quando aluguei em San Francisco, havia a informação do ponto de devolução. E não era nessa central.

O local correto para devolução era próximo do hotel Treasure Island, bem no meio da strip. Só me dei conta disso quando o funcionário da Dollar que estava conferindo os documentos e vistoriando o carro me informou.

A sorte é que o próprio funcionário deu a dica de conversar no balcão da Dollar para abonarem essa multa.

Fiz exatamente isso. Conversei no balcão da empresa e, após uma longa espera, consegui me livrar da taxa.

Então, fica a dica, cuide bem o local de devolução do seu carro.

RUMO À ATLANTA

Carro devolvido, era hora de pegar o transfer para o aeroporto.

Nessa ficamos mais alguns “bons” minutos esperando. Estávamos começando a ficar preocupados em perder o voo.

Até que finalmente chegamos no aero. Para nos despedir, pegamos mais uns pretzels de lanche enquanto esperávamos para entrar no avião.

Nesse período eu queria ficar passeando pelo terminal, enquanto a Virgínia estava com medo que eu me perdesse dela. 🙂

Vai ver que é porque vimos uma cena dessas a três metros de nós. Uma família brasileira desesperada porque o pai não aparecia.

Voo tranquilo, chegada em Atlanta e mais algumas horas de espera para o próximo voo em direção ao Rio de Janeiro.

DE VOLTA AO BRASIL

A partir daí a viagem ocorreu sem transtornos. Dormimos bastante, mesmo que com desconforto por dormir sentados, e em algumas horas já estávamos no Brasil.

A partir daí começamos a perceber que realmente estávamos no Brasil. Quem já viajou para um país de primeiro mundo vai perceber o que eu estou falando. Sobre como as coisas funcionam bem lá fora e mal aqui dentro.

Depois de mais um voo, logo chegamos em Porto Alegre, nossa cidade. Exaustos após muitas horas de voo, capotamos na cama. E assim terminou essa maravilhosa viagem de férias.

Esperamos que vocês tenham gostado desse roteiro. Escrevemos passo a passo os lugares que visitamos e dicas que descobrimos, com muito carinho e dedicação, para facilitar a sua vida quando realizar a mesma viagem ou visitar qualquer uma das cidades que conhecemos.

Em breve faremos um compilado, tipo um índice, reunindo todos os artigos que publicamos ao longo desses 18 dias de viagem.

Não perca.