Tudo o que você precisa saber sobre o Transporte Público em San Francisco

Já pensou em viver em uma cidade grande sem precisar de carro?

Pois saiba que em San Francisco isso é perfeitamente possível, devido ao seu completo sistema integrado de transporte coletivo.

A seguir vou explicar tudo o que você precisa saber sobre o transporte público na cidade.

Ao final você ficará sabendo o que é o Muni, o Bart, o famoso Cable Car, entre outros tipos de locomoção. Continue lendo para descobrir.

San Francisco
San Francisco

A bela San Francisco possui um dos melhores sistemas de transporte público do planeta. Portanto, se você está em dúvida se deve alugar um carro ou não, pode ter certeza que não precisará. Pois o transporte da cidade funciona muito bem e inclusive faz parte do turismo da cidade, como o famosíssimo bondinho.

A cidade é servida por metrô, dois tipos de ônibus: o Muni bus (ônibus comum) e o streetcar (linhas históricas).

Bondinho (cable car), táxis, ferry, bicicletas, entre outros, completam o sistema.

As opções são diversas e muitas delas se interligam, facilitando a sua locomoção. Por exemplo, ao comprar o ticket de ônibus ($ 2,25) você tem até 90 minutos para pegar outro ônibus ou o metrô da cidade, sem pagar mais por isso.

 

MUNI

Histórico Streetcar em San Francisco
Histórico Streetcar em San Francisco

Muni é o nome da companhia de transporte da cidade. Uma abreviação de San Francisco Municipal Railway.  Engloba os dois tipos de ônibus (comum e streetcar), o metrô e os bondinhos (cable car).

Os dois primeiros (ônibus e metrô) você consegue utilizar o sistema interligado de troca de transporte, dentro dos 90 minutos.

Tarifa: US$ 2,25.

O ônibus tradicional é o meio de transporte mais comum na cidade. Você verá diversas linhas e com certeza uma delas levará você ao seu destino.

Uma dica é usar um sistema de GPS no celular para encontrar essas linhas. Nos demos muito bem com o aplicativo Here, pois ele encontra sua localização atual e basta você digitar o destino desejado e marcar a opção “ônibus”. Ele retornará as melhores rotas mostrando quais linhas de ônibus você deve pegar.

Embora não seja tão charmoso como pegar um cable car, andar de ônibus na cidade é bem tranquilo. A cada parada o sistema de som do ônibus anuncia o nome da atual parada, para você não se perder.

Além disso, nas estações há um contador regressivo que informa quanto tempo falta para o próximo ônibus chegar. A contagem não é bem precisa, mas você pode ter uma noção melhor do tempo.

 

Cable Car

Cable Car em San Francisco
Cable Car em San Francisco

Cartão postal da cidade, o bondinho possui apenas três linhas na cidade e além de sua função como atração turística, ele realmente funciona como meio de transporte.

Possui tarifa de US$ 7,00 e não faz parte do sistema de troca de transporte.

As três linhas são as seguintes:

  • Powell St/Hyde St.
  • Powell St/Mason St.
  • California.

Veja no mapa:

Mapa das rotas do Cable Car.
Mapa das rotas do Cable Car.

Utilizamos a primeira linha, Powell St. – Hyde St., a linha vermelha no mapa. Essa linha serviu perfeitamente para a programação do nosso dia.

Como estávamos hospedados perto da Union Square, pegamos o cable car no início da linha e descemos no final dela, próximos a Ghirardelli Square, que estava nos planos e é onde iniciamos o passeio do dia.

Durante o trajeto essa linha passa por diversas ladeiras da cidade, pelo Cable Car Museum e pela famosa Lombard Street, rua conhecida por possuir um trecho com curvas bastante sinuosas. Talvez você consiga tirar boas fotos da rua, ainda dentro do bondinho.

Dica

Chegue com bastante antecedência para pegar o bondinho e de preferência nos inícios das linhas. Como há apenas essas três linhas e elas andam bem devagar, a concorrência entre os turistas é bem alta e você pode demorar para pegar uma delas.

Além disso, se você quiser entrar no meio do trajeto, nas paradas do caminho, e o veículo estiver lotado, o operador não vai parar o bondinho para você.

 

Metrô

A bela esperando o metrô.
A bela esperando o metrô.

O metrô é bem simples, confortável e pontual. Utilizamos apenas uma vez, com o sistema de trocar de transporte dentro de 90 minutos, portanto, não pagamos por ele.

Inclusive vimos um usuário com seu cachorrinho dentro do metrô, o que achamos sensacional. Possui trechos subterrâneos, principalmente no trecho da Market St., mas na maior parte o metrô é de superfície.

Possui apenas seis linhas, que você pode verificar no mapa:

Mapa das linhas do Metro
Mapa das linhas do Metro

 

Tarifas e passes

Além das tarifas simples de US$ 2,25 para ônibus e metrô e US$ 7,00 para o cable car, há a possibilidade de você adquirir o Visitor Day Pass da cidade, que possui os preços abaixo e vale para ônibus, street car, metrô e cable car.

  • 1 dia:  US$ 20,00
  • 3 dias: US$ 31,00
  • 7 dias: US$ 40,00

Dica:

É importante você calcular quantos dias pretende ficar na cidade e ter uma noção de quanto irá gastar no transporte público, para ver se vale a pena pegar algum desses passes.

Por exemplo, quando fomos a SF, o passe de três dias estava em torno de US$ 27,00 e acabamos gastando, por pessoa, cerca de US$ 21,00, então não teria valido a pena comprar o passe. Faça seus cálculos e veja a melhor opção para você.

Há ainda a opção do City Pass, que custa US$ 94,00, vale por 7 dias e além de todas as vantagens do Visitor Day Pass, o City Pass ainda dá direito a visitar algumas atrações da cidade, como por exemplo museus do Golden Gate Park.

Onde comprar os tickets e passes

Para os tickets simples (US$ 2,25) você paga direto para os motoristas. Atenção para dar o valor exato, pois eles não dão troco. Uma ou duas vezes eu dei uma nota de US$ 5 para pagar duas passagens (minha e da Virgínia), mesmo sabendo que perderia 50 centavos.

Para comprar os passes, você pode adquiri-los em diversos pontos, como mercados, farmácias, entre outros. Verifique no site da Muni para consultar os pontos de venda.

No ponto de partida da linha Powell St/Hyde St. do Cable Car. Aquela vermelha do mapa e que utilizamos, tem um ponto bem do lado.

 

Bart

Bart e MUNI são sistemas diferentes.
Bart e MUNI são sistemas diferentes.

Não confundir o Muni com Bart. São dois sistemas diferentes. Embora o Bart (Bay Area Rapid Transit) faça alguns trechos dentro da cidade, ele também faz o transporte da cidade para fora dela, como para a região da baía, cidades próximas e aeroportos de San Francisco e de Oakland.

 

Ferry

Diversas balsas fazem o transporte pela baía de SF.
Diversas balsas fazem o transporte pela baía de SF.

São as barcas, ou balsas, que levam turistas e moradores para diversos destinos próximos como a cidade de Sausalito, Oakland e até mesmo o parque de Alcatraz, entre outras cidades.

Um dos passeios bem comuns entre os turistas é atravessar a Golden Gate Bridge de bicicleta e voltar de Ferry.

As balsas saem do Píer 41 e do Ferry Building.

 

Demais

Vale lembrar ainda os demais meios de transporte alternativos como Bicicleta, Táxi, Uber (que nasceu em San Francisco) e Lyft (sistema semelhante ao Uber).

 

Aluguel de carro

Depois de todas essas dicas sobre os principais meios de transporte, acho que ficou claro que alugar carro nessa cidade é desnecessário, não acham?

Alugamos o nosso no penúltimo dia, apenas para visitarmos a Golden Gate Bridge e Sausalito em uma tarde, e Napa no último dia.

Outra desvantagem para quem pensa em alugar carro em San Francisco é o preço dos estacionamentos. Eles são absurdamente caros.

Felizmente precisei guardar o veículo apenas durante duas noites. Achamos uma garagem com um preço mais em conta, no mesmo prédio-garagem que retirei o veículo. Fica na esquina da O’Farrel com a Mason St e cobrava cerca de US$ 22 para deixar o veículo apenas durante a noite.

Esperamos que tenham gostado das explicações desse post. Qualquer dúvida, escrevam nos comentários que teremos prazer em responder.