Dia 16 – Conhecendo a Hoover Dam e um pé no Arizona

Dia de mudar para o Trump Hotel e conhecer a Hoover Dam (ou Represa Hoover) enquanto estávamos “sem teto”.

Após conhecer alguns shows de hotéis no dia anterior, como o Show de águas do Bellagio e o vulcão do Mirage, acordamos tarde neste dia e não fizemos nada pela manhã.

Apenas arrumamos as malas e fizemos o checkout do Venetian. Tínhamos que sair as 11 horas e só poderíamos entrar no Trump Hotel às 14 horas. Então tínhamos 3 horas sem hospedagem.

Após o checkout, deixamos as malas no Venetian mesmo e foi nesse momento que me dei conta que havia perdido meu cartão de crédito, que comentei neste post.

E aí começou a tortura de lembrar onde podia estar. Voltei para o quarto para procurar, sem sucesso. Procurei no carro também, sem sucesso. Então comecei a lembrar quando foi a última vez que havia usado. Lembrei do dia das compras, que usei num posto de gasolina.

Voltamos lá, entrei na loja de conveniências e ao perguntar, ninguém tinha visto. Até que eu estava saindo da loja e a atendente me chama de volta para mostrar o meu cartão. Felizmente estava com eles. 🙂

Possivelmente alguém encontrou e guardou ali com eles. Só não posso dizer que foi uma “boa alma”, porque provavelmente essa pessoa que achou e devolveu, anotou os dados (números do cartão, nome, data de validade, etc), porque no mês seguinte recebi, na fatura, compras realizadas na região de San Francisco até o limite do cartão.  Felizmente consegui estornar essas compras e cancelei o cartão.

MAIS COMPRAS

Bom, depois de encontrar o cartão, voltamos ao Premium Outlet Sul, para comprar mais algumas coisinhas que haviam faltado, e para algumas encomendas que nos fizeram. Aproveitamos para almoçar por ali mesmo.

Ainda visitamos a Fry’s, que fica perto do Outlet e é uma excelente loja de eletrônicos. Maior e melhor do que a Best Buy.

REPRESA HOOVER DAM

Represa Hoover Dam

Até que finalmente partimos para a Represa Hoover Dam, que fica a 48 km de Las Vegas, na divisa entre os estados de Nevada e Arizona.

Durante o caminho, o deserto nos acompanha grande parte do tempo.

Caminho para a Hoover Dam

Curiosidades: A represa se localiza no rio Colorado e recebeu esse nome em homenagem a Herbert Hoover, 31º presidente dos Estados Unidos. Teve a construção iniciada em abril de 1931 e finalizada em março de 1936. Durante esse período, 112 pessoas morreram na construção.

Possui uma capacidade de armazenamento de até 35 bilhões de m³ de água e hoje alimenta diversas cidades da Califórnia, Nevada e Arizona.

Muitos turistas visitam a represa diariamente, pois a paisagem é impressionante. Confira nas fotos:

Hoover Dam

 

Hoover Dam

 

Hoover Dam

Tem lugares para comer na represa, logo na entrada vindo pelo lado de Nevada, perto de um grande estacionamento. Mas, não chegamos a entrar pois já havíamos almoçado e levamos nossas próprias águas.

Durante a sessão de fotos, um casal americano se ofereceu para tirar uma foto nossa e aproveitamos a oportunidade para praticar o inglês. Esses momentos são alguns dos mais legais nas viagens para o exterior.

Chegamos a pisar no estado do Arizona, mas logo retornamos para Las Vegas.

A Hoover Dam já apareceu em diversos filmes como o primeiro Transformers, Na Natureza Selvagem, 007 Contra Goldeneye, Superman, entre outros. Além de alguns jogos muito populares como GTA San Andreas e Fallout New Vegas.

Há também uma cena muito engraçada no seriado Um Maluco no Pedaço, do Will Smith, onde ele e seu primo vão a Las Vegas e o Carlton insiste em visitar a represa para ver o pôr do sol com cor de Malva. Quem gostava do seriado vai lembrar.

TRUMP HOTEL

Já passara das 14 horas quando chegamos no Trump Hotel, que seria nossa hospedagem nos últimos dois dias.

Chegando no Trump Hotel

O Trump é um prédio bem alto, fica levemente afastado da Strip e não possui cassino. No final da viagem era o que mais queríamos, um pouco de sossego e um local com menos pessoas.

Nesse sentido, o hotel foi um achado. E isso que compramos as reservas via Priceline, onde a gente não sabe o hotel que vai pegar. Leia mais aqui.

Além disso, os quartos são perfeitamente limpos e espaçosos. Tem uma cozinha completa dentro dele, e água grátis. É só ligar e pedir quando acabar. Muito bom. Um hotel sensacional.

Um dos quartos do Trump Hotel

Como fica longe do fervo da strip, é recomendado ter um carro para se hospedar por aqui. Muito embora eles tenham um serviço de shuttle, que leva você para outros locais da cidade. Mas como não usamos, não sei exatamente para onde ele leva.

FOREVER 21

Nos hospedamos, deixamos as malas e saímos para um shopping que tem bem na frente do hotel, o Fashion Show.

A ideia era conhecer a recomendada loja Forever 21. Já havíamos visitado uma em San Francisco onde a Virgínia achou muita coisa boa e barata. Dessa vez não foi diferente. Deixamos uns 40 dólares ali.

Após isso voltamos ao hotel para descansar e planejar o casamento. Uma das tarefas que eu deixei para a Virgínia fazer. Mas isso fica para o próximo dia. Não perca.

Sair da versão mobile