Dia 2.1 – Passeando pelo Sul da Strip

Treze de abril. Nesse dia eu completei 33 anos, mas com sonhos e aspirações de 18. Confesso que foi muito divertido passar um aniversário viajando. É algo que pretendo fazer muitas outras vezes e que recomendo para todos.

Nesse dia o objetivo era acordar bem cedo, mas estávamos ainda nos recuperando e não saímos da cama antes das 8h30min. Não tínhamos café da manhã incluído na diária, então nos arrumamos, montamos nossa mochila e fomos dar uma volta pela praça de alimentação do Excalibur.

Vista da nossa janela no Excalibur
Vista da nossa janela no Excalibur

O som das máquinas de jogo já estava a todo vapor no cassino, aliás, isso é algo que nunca para. Encontramos diversas opções e ficamos até em dúvida, mas acabamos optando pelo Krispy Kreme.

CAFÉ DA MANHÃ NO KRISPY KREME

Fachada do Krispy Kreme
Fachada do Krispy Kreme

O Krispy Kreme é especialista em donuts, com diversas opções, uma mais apetitosa do que a outra. Escolhemos dois donuts para cada um, mais café e água. E foi uma ótima escolha, recomendamos fortemente porque estava muito bom, as fotos dizem tudo:

Nosso café da manhã: donuts e café com leite
Nosso café da manhã: donuts e café com leite
Olha que delícia!
Olha que delícia!

LUXOR

Depois disso, saímos rumo ao Luxor. Por ser vizinho é possível atravessar de um para o outro internamente através de uma esteira.

Esteira que liga o Excalibur ao Luxor.
Esteira que liga o Excalibur ao Luxor.

O Luxor tem toda uma temática egípcia, uma pirâmide enorme e é bem legal andar por ele olhando para cima vendo que está dentro dessa pirâmide. Apesar de não ser considerado um dos mais luxuosos de Las Vegas, foi um dos que eu mais gostei, porque adoro o Egito (pretendo em breve conhece-lo e contar tudo para vocês) e tudo que tenha a ver com essa cultura.

Nesse período que estivemos lá, estava rolando uma exposição do Titanic, mas acabamos não entrando, pois era paga (não lembro o valor, mas não era muito barato) e também não teríamos tempo para ver tudo que queríamos naquele dia. Fomos então para a área externa do Luxor, admirar a pirâmide e esfinge.

 

Esfinge e pirâmide do Luxor.
Esfinge e pirâmide do Luxor.
Entrada do Luxor
Entrada do Luxor

 

Como vocês podem ver nas fotos, neste dia estava um baita sol e um calorão, foram necessárias várias garrafinhas de água. Aliás, nesse ponto até que fomos bem inteligentes, sempre saíamos com nossa mochila e nela muita água e algumas comidinhas básicas como chocolate e frutas.

Essa é uma excelente recomendação que você pode usar, compre um galão de água, deixe no hotel e encha suas garrafinhas com esse galão. Economiza alguns bons trocados.

Do Luxor é possível pegar um trem que une os três cassinos Excalibur, Luxor e Mandalay Bay e lá fomos nós para o Mandalay.

No trem entre Luxor e Mandalay Bay
No trem entre Luxor e Mandalay Bay

MANDALAY BAY

Achamos o Mandalay enorme, muito maior do que o Excalibur e Luxor, com uma cara de hotel mais moderno, piscina cheia de gente, algum tipo de congresso rolando e várias pessoas com pinta de executivos circulando por lá.

Entrando no Mandalay
Entrando no Mandalay

No Mandalay tínhamos um objetivo, o Shark Reef, um aquário com várias espécies de peixes e tubarões. O valor para entrar nele foi bem acessível, $ 18,00 por pessoa. É um ótimo lugar para levar as crianças e também para quem gosta da vida ou marinha.

Não é um aquário tão grande e complexo quanto outros que existem, como por exemplo na Califórnia. Mas é mais do que suficiente para ver tubarões, peixes diferentes e voltar a ser criança por alguns minutos. Lá pudemos observar tubarões martelo e branco, crocodilos, jiboias, piranhas da Amazônia, arraias, aguas vivas e muitos outros peixes exóticos e bonitos.

Interior do aquário Shark Reef
Interior do aquário Shark Reef

Na saída do Shark Reef passamos na lojinha e compramos o primeiro presente do nosso baby, um tubarão de pelúcia 🙂 . Depois, continuamos passeando pelo Mandalay Bay que tem uma ala de cassinos também muito interessante.

Ainda no Mandalay, demos uma passada no local onde acontece o espetáculo Michael Jackson ONE by Cirque du Soleil, mas fomos só para espiar e dar uma olhada na lojinha temática, pois dessa vez não tínhamos a intenção de comprar ingressos para o show, apesar de sermos fãs do Michael. Se você assistiu este espetáculo deixe um comentário contando o que você achou e se vale a pena conhecer.

Voltamos com o trem até o Excalibur e de lá atravessamos a pé para o New York New York. Esse hotel/cassino tem uma estátua da liberdade e uma montanha russa doida, onde o pessoal fica gritando o tempo todo. Nem preciso dizer que não cogitamos brincar nela, eu não curto esse tipo de brinquedo em situações normais, grávida então nem pensar, mas continuaremos falando mais do NYNY no próximo post, até lá.

DICAS PRECIOSAS DO POST

– Nos passeios, leve sempre uma mochila ou bolsa grande com no mínimo um litro de água e alguma comidinha como fruta, bolachinhas, etc.

– Os donuts do Krispy Kreme no Excalibur são deliciosos e valem a pena para um café da manhã ou lanche da tarde.

– Para se locomover entre os hotéis Excalibur, Luxor e Mandalay Bay você pode utilizar o trem exclusivo (e grátis!), mas entre Excalibur e Luxor é mais rápido cruzar de um para o outro internamente.

– O Shark Reef, aquário que fica dentro do Mandalay Bay, é um passeio bem interessante e imperdível se você estiver com crianças.